segunda-feira, 9 de julho de 2012


E talvez o infinito não seja uma cobra mordendo o próprio rabo, e sim simplesmente nós dois juntinhos assim. ~

Nenhum comentário:

Seguir por e-mail